Todo final e início de ano, é o momento oportuno para fazermos uma reflexão de como serão aqueles próximos 12 meses que teremos pela frente, os desafios, dificuldades e novidades que esses períodos possuem nos faz ter motivação e anseio pelo que estar por vir.

Apesar de ninguém possuir uma bola de cristal, conseguimos notar algumas nuances no mercado de contabilidade e, consequentemente, alguns pontos que estarão em alta nesse ano que está começando.

Novidades tecnológicas, novas obrigatoriedades e ferramentas inovadoras são apenas alguns exemplos. Confira, então, as 5 principais tendências da contabilidade para 2019.

1. Uso da tecnologia para auxiliar o trabalho

A tecnologia já é muito presente na área contábil. Com a criação da Nota Fiscal eletrônica (NF-e) e posterior surgimento do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED), muitas atividades que eram executadas de forma manual, passaram a ser realizadas mais rapidamente com o auxílio da tecnologia.

O SPED inaugurou uma nova era no meio contábil. Entretanto, para 2019, a tendência é que a tecnologia esteja ainda mais presente nos escritórios e departamentos contábeis espalhados por todo o nosso país.

Além das tarefas já realizadas, existe uma tendência muito forte pelo atendimento virtual. Atualmente, é possível atender a diversas solicitações de clientes por meio das ferramentas de comunicação a distância.

Até mesmo as consultorias podem ser realizadas por meio digital, podendo, inclusive, deixar conversas registradas para serem consultadas posteriormente, caso alguma dúvida ainda paire na mente da pessoa que realizou a consulta.

Contudo, a tecnologia na área contábil em 2019 contribuirá para que o trabalho dos contadores seja mais eficientes, rápidos e com menores custos, possibilitando a esses profissionais terem mais tempo para investir em conhecimentos e aplicar nas empresas em que prestam serviços.

Assim, ambos os lados ganham, a contabilidade e você, gestor de um negócio que necessita do trabalho desses profissionais.

2. Sistemas integrados

A integração de sistemas também é uma tendência muito forte para a contabilidade das empresas em 2019. De fato, isso já é uma realidade em muitos negócios, entretanto, alguns ainda não abriram os olhos para as maravilhas que um sistema integrado pode proporcionar a sua empresa em termos de eficiência, segurança e geração de informações.

Com a criação de novas obrigações como a Nota Fiscal ao Consumidor eletrônica (NFC-e), o fim dos documentos fiscais manuais e a criação de novas obrigações para 2019, estão fechando o cerco daquelas empresas que não querem adquirir sistemas integrados para seu negócio.

A cada ano, vai ficando mais difícil ter uma empresa sem poder contar com essas tecnologias. Chegará um momento em que todos os gestores que verem ver seus negócios crescerem, independentemente do seu tamanho atual, deverão contar com ajuda de softwares para executarem suas atividades de gestão e administração.

3. Surgimento de novas ferramentas

Para atender as demandas de novas obrigações acessórias, como o eSocial, novas versões do SPED e demais obrigações acessórias, certamente presenciaremos o surgimento de novas ferramentas tecnológicas.

Além disso, as que já existem deverão passar por profundas reformulações para atenderem as novas exigências dos órgãos tributantes e do mercado como um todo, que vem se tornando cada vez mais exigente.

Com o surgimento dessas ferramentas, ficará cada vez mais difícil as empresas se eximirem de algumas tecnologias, como já é o caso dos emissores de notas fiscais. Alguns estados já pararam de atualizar seus sistemas gratuitos, o que impossibilitou que as empresas que não têm seu próprio software emissor retire suas NF-e.

4. Digitalização de documentos

A digitalização de documentos também é uma forte tendência para 2019. Isso porque, nos últimos anos, aumentou a necessidade dos gestores terem seus documentos físicos de forma mais rápida, quando necessário.

A digitalização de documentos, portanto, surgiu como uma forma de possibilitar isso a eles. Aliado com o armazenamento de dados na nuvem, a empresa que conta com esse serviço pode ter acesso a todos os seus documentos físicos, que foram transformados em digitais, em qualquer lugar que tenha um computador com acesso à internet.

Portanto, além da ferramenta que faz a digitalização dos documentos, será necessário possuir sistemas que organizam esses papéis, quando forem transformados em arquivos, e apresente para o usuário quando solicitado.

5. Surgimento de novas obrigações acessórias

Além das novas tecnologias que servirão para ajudar a contabilidade e as empresas, também existem novas obrigações que estão sendo reformuladas ou passarão a ser obrigatórias a partir do ano de 2019.

A mais conhecida e que gerou maior movimentação no meio empresarial é o eSocial. Algumas empresas já estão sendo obrigadas a enviar alguns registros da declaração acessória, porém, a partir de 10 de janeiro de 2019, as empresas do Simples Nacional também começarão a enviar informações para esse audacioso programa do Governo Federal. Ao longo do ano de 2019 serão liberados e exigidos novos registros para essas empresas.

Outra tendência é o surgimento da Nota Fiscal de Serviço eletrônica (NFS-e). Esse projeto foi anunciado ha alguns anos. O objetivo é unificar o formato de emissão de todos os municípios, utilizando, se possível, a mesma base de dados.

Isso aumentaria o controle da Receita Federal sobre o faturamento das empresas proveniente da prestação de serviços. Entretanto, o projeto começou a caminhar em 2018 e deve ser uma tendência para 2019.

Caso o projeto vá a diante, aumentará a necessidade da tecnologia nas empresas, tendo em vista que elas também precisarão de um emissor, como já ocorre com as NF-e que conhecemos.

Além disso, algumas obrigações novas que surgiram em 2018 deverão ser melhor fiscalizadas, tendo em vista que o período de adaptação já passou, principalmente, naquelas em que o Governo possibilitou longos prazos para implementação.

Essas são as principais tendências da contabilidade para 2019. Então, não perca tempo e comece a estudar cada uma delas. Nesse mercado cada vez mais competitivo, vai se destacar aquele profissional que conseguir identificar essas mudanças e se adequar desde agora.

Gostou do artigo de hoje? Que tal ficar por dentro de mais conteúdos valiosos como o que acabou de ler? Então, siga nossos perfis nas redes sociais e não perca nenhuma nova postagem. Estamos no Facebook, Linkedin, YouTube e Instagram!