Auditoria Externa: Como Saber Quando é o Momento?

7 minutos para ler

Manter a empresa alinhada às principais leis e regulamentações do setor no qual ela atua é parte essencial das responsabilidades de qualquer gestor ou administrador. Entretanto, lidar internamente com questões, como as práticas de compliance, pode não ser tarefa fácil. Por esse motivo, em muitos casos, a auditoria externa é a melhor alternativa.

Ainda assim, é natural se deparar com algumas dúvidas. Afinal, quando exatamente é o momento de contar com esse serviço? Vale mesmo a pena se preocupar com isso? O que devo esperar de uma auditoria externa confiável?

Neste artigo especial sobre o tema, responderemos a essas e outras perguntas para tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto. Confira!

A importância da auditoria externa para as empresas

Em tempos de transformação digital e avanços tecnológicos tão acelerados, a popularização do acesso à internet gerou um fluxo extremamente alto de informações. Porém, a rotina de gestores e administradores tende a ser bastante ocupada, dada a quantidade de assuntos que exigem o máximo da sua atenção. Consequentemente, manter-se atualizado tende a ser uma tarefa complicada para essas pessoas.

A auditoria interna é uma ferramenta excepcional que toda empresa deve aplicar de forma inteligente. Ainda assim, ela deve ser feita com base em uma referência confiável, ou seja, nos critérios descritos nas leis e regulamentações. Ai que surge o primeiro problema.

Afinal, como uma empresa pode promover uma auditoria interna eficiente se seus gestores não conseguem acompanhar as atualizações tão frequentes nas legislações trabalhistas, societárias, tributárias e contábeis? A resposta é simples: além da auditoria interna, é necessário contar com o apoio de especialistas externos.

Estamos falando de profissionais capacitados especificamente para lidar com esse tipo de questão. Eles contam com todo o background necessário para realizar a auditoria com eficiência: entendem a legislação, estão antenados às mudanças e sabem quais sãos as melhores ferramentas para avaliar a conformidade e promover as adequações necessárias.

Isso torna os auditores independentes a melhor solução para que tais práticas corporativas sejam executadas com o nível desejado de compliance. Como saber, então, se sua organização deve optar por esse serviço?

3 sinais de que é hora de contratar uma auditoria externa

Existem diferentes aspectos a serem avaliados em uma auditoria, a depender do contexto específico de cada empresa. Porém, todos eles estão profundamente relacionados a uma questão comum: sua regulamentação. Ter isso em mente é o primeiro passo para identificar os sinais de que é hora de contratar um auditor independente. Veja, a seguir, quais são os 3 que mais se destacam.

1. Falta de confiança no mercado

A fiscalização de empresas, realizada pelos órgãos reguladores de cada área (contábil, trabalhista etc.), traz impactos não só para a organização auditada, mas para seus parceiros comerciais. Nesse sentido, a falta de confiança no mercado pode ser um sinal de que sua empresa não está enviando a mensagem desejada por clientes e parceiros.

Uma auditoria externa demonstra que você se preocupa com as regulamentações que regem suas atividades. Sem isso, o mercado pode interpretar a postura da sua empresa como um certo desprezo pelas regras, ainda que não seja o caso. Por isso, mesmo fatores comuns, como as práticas de compliance adotadas na cultura organizacional, devem ser submetidos a uma auditoria externa e de confiança.

2. Falta de organização nos processos internos

O que muitas vezes parece ser excesso de burocracia ou necessidade de melhoria estrutural pode estar relacionado à falta de uma auditoria externa. Isso acontece com certa frequência na gestão de documentos fiscais, por exemplo. Uma auditoria das demonstrações contábeis não é simplesmente uma checagem de conformidade, mas uma análise da estratégia de gestão.

Um auditor independente traz um olhar de fora, sendo capaz de identificar fatores que podem estar prejudicando a eficiência do trabalho. Dessa maneira, a auditoria garante tanto a conformidade quanto a organização dos processos.

Na prática, esse é o maior sinal ao qual você deve estar atento. Se a empresa está passando por muitos problemas contábeis, é fundamental contar com alguém que domine o assunto com profundidade, especialmente no que diz respeito a eventuais mudanças na legislação.

3. Falta de transparência

Se a comunicação entre os sócios aparenta ter algum ruído baseado em informações desalinhadas, é preciso acender o sinal de alerta. Isso pode gerar complicações na hora de elaborar um planejamento estratégico para os negócios. Algo muito comum no mercado, nesse sentido, é a empresa estimar um valor de venda muito mais alto do que o proposto pelos interessados na aquisição.

A própria falta de organização pode impactar negativamente uma negociação. Se os interessados apontam problemas, o tempo e o custo de solucionar os impasses traz consigo desconfiança e desvalorização. A auditoria externa, então, é uma estratégia para evitar imprevistos e garantir confiabilidade à gestão da empresa.

Como escolher uma empresa de confiança para realizar a auditoria

Para começar, confira se a empresa está devidamente habilitada para realizar esse serviço. Isso significa ter credenciamento nos Conselhos Regionais de Contabilidade (CRC), por exemplo, além de aprovação de qualidade promovido pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC). Se você representa uma organização de grande porte, fundo de investimento, sociedade de capital aberto ou outra entidade regulada por algum setor, confira também se a empresa tem registro na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O segundo ponto é analisar a própria empresa. Desconfie imediatamente de valores muito baixos, assim como os muito abusivos. Um auditor inexperiente pode querer ganhar sua confiança por meio do preço baixo, mas não dar conta da complexidade da sua empresa. Nesse caso, nada substitui a experiência nesse mercado.

Um ponto importante é verificar se os profissionais da empresa de auditoria passam pela carga mínima de treinamentos exigidos para atuar como auditor independente.

Esse é um dos diferenciais da IRKO Hirashima, uma referência na prestação de serviços profissionais s no Brasil. Com mais de 20 anos atuando como auditora externa e mais de 60 anos entre as mais bem estruturadas empresas de contabilidade a IRKO oferece um outsourcing contábil de alto nível, atuando com companhias nacionais e multinacionais de diferentes portes e segmentos.

A qualidade desses serviços é evidenciada na forma como eles são feitos. Os próprios sócios da IRKO são envolvidos nos projetos, desde o primeiro momento. Eles oferecem todo o apoio necessário aos seus clientes, garantindo eficiência e agilidade na entrega do trabalho.

Seja em momentos de crise, seja na preparação de um programa de integridade ou mesmo uma política de compliance, a auditoria externa desempenha um papel essencial para o sucesso das suas ações estratégicas. Por isso, se quer manter sua empresa em conformidade com as normas e melhorar suas práticas de gestão, conte com a ajuda de especialistas!

Quer entender melhor como a IRKO Hirashima pode atuar no contexto específico da sua organização? Entre em contato conosco e fale com quem mais sabe do assunto!

Posts relacionados

Deixe um comentário