O compliance é um termo que vem sendo amplamente mencionado e divulgado nos mais variados sites, portais de notícias e, até mesmo, em alguns veículos tradicionais da mídia.

Entretanto, você sabe exatamente o que esse termo significa? Além disso, conhece a aplicação desse conceito nas áreas contábil e fiscal? Se a resposta é negativa, não se preocupe. Você chegou ao lugar certo!

Neste artigo, você entenderá, definitivamente, o que é compliance voltado para as áreas contábil e fiscal. Então, acompanhe-nos nessa breve leitura!

O que é compliance?

Antes de qualquer coisa, precisamos entender melhor o conceito de compliance. O termo é originado do verbo inglês “comply”, que traduzindo para o português significa estar em conformidade.

Nesse sentido, a palavra compliance pressupõe que algo está em perfeita conformidade com alguma lei, regulamento ou procedimento. Assim, podemos afirmar que uma empresa que utiliza essa ideologia está desenvolvendo suas atividades de acordo com os preceitos legais e/ou administrativos.

Compliance fiscal e compliance contábil: como eles podem ser aplicados?

Agora que você entendeu o conceito, vamos trazê-lo para as áreas contábil e fiscal, mostrando como ele deve ser aplicado. Como o compliance significa estar em conformidade com algo, fica simples entender a relação dele com esses dois setores da empresa.

O compliance contábil é alcançado quando a empresa cumpre todas as normas de contabilidade destinadas a ela, tais como escrituração de todos os atos e fatos ocorridos, emissão e análise de relatórios contábeis, entre outros.

Quando partimos para a área fiscal, o conceito se expande ainda mais. Isso porque, no Brasil, o sistema tributário nacional é extremamente complexo, sendo composto por diversos impostos com diferentes regras e inúmeras obrigações acessórias a serem cumpridas. Além disso, outro desafio é o fato de que a legislação tributária sofre alterações frequentemente, gerando um ambiente de insegurança para os contribuintes.

Em vista disso, a empresa pode chegar ao compliance fiscal  através do cumprimento das obrigações acessórias nos prazos definidos pela legislação, com acuracidade de dados e informações, bem como através da apuração correta dos impostos

Ainda na área fiscal, , a falta de compliance pode gerar exposições para as empresas, resultando em penalidades e multas, bem como o recolhimento dos impostos não apurados com os devidos acréscimos legais.

Essa ideologia também mostrará a melhor forma de monitorar as obrigações fiscais e tributárias na data em que são exigidas. Além disso, poderá auxiliar na segurança das informações de origem tributária e contábil da empresa.

Qual é a importância dessa prática para a empresa?

Agora que você entendeu o que é compliance contábil e fiscal, bem como suas aplicações na empresa, vamos mostrar os principais benefícios que eles podem proporcionar a ela. Continue lendo!

Contribui para a saúde financeira

Um dos primeiros benefícios que poderão ser observados na empresa que pratica e dissemina a ideologia do compliance é a contribuição para sua saúde financeira. Isso ocorrerá por dois motivos simples.

Primeiro, ao aplicar esse conceito na área contábil, a empresa terá em mãos relatórios contendo dados e informações extremamente valiosos que poderão demonstrar cenários que precisam de atenção para serem melhorados ou excluídos.

Por exemplo, os relatórios contábeis emitidos em um sistema de compliance poderão ajudar você a encontrar gargalos que não podem ser identificados pela simples observação e precisam passar por uma precisa e profunda análise de relatórios.

Quando partimos para a área fiscal, a conformidade com as regras definidas pela legislação tem relação direta com a gestão financeira das empresas uma vez que pode possibilitar um planejamento tributário visando redução da carga tributária. Além disso, uma boa gestão tributária através do compliance pode resultar em outros ganhos como maior credibilidade de clientes e instituições financeiras, padronização de processos, maior qualidade das informações geradas para definição de estratégias e tomada de decisões, entre outros

Melhora a visibilidade e a valorização da marca

Outro benefício que podemos observar está fora da empresa, mas reflete diretamente no seu sucesso e, até mesmo, na geração de resultados positivos. Quando você aplica o compliance e mostra isso à sociedade, sua empresa ganha uma maior valorização.

Com tantos escândalos de corrupção ocorridos dentro da classe política e atrelados à atividade empresarial, a população passou a dar mais valor para as empresas que se preocupam em atender 100% a legislação a que são submetidas.

Assim, quanto mais em conformidade com a lei sua empresa estiver, maior será a credibilidade do negócio frente ao mercado como um todo, seja com fornecedores e credores, seja com clientes de modo geral.

Aumenta a produtividade da equipe

O compliance na área contábil e fiscal também poderá proporcionar um ganho de produtividade em sua equipe. Algumas pessoas podem até estranhar essa afirmação, afinal, estar em conformidade com algo passa uma imagem de mais trabalho e processos administrativos.

Entretanto, por mais que isso ocorra, o efeito em longo prazo é exatamente o contrário do que as pessoas pensam. Isso gerará mais produtividade e velocidade na realização das atividades da sua equipe.

Quando o compliance é bem desenvolvido e disseminado entre os colaboradores, os procedimentos administrativos são realizados de forma otimizada e padronizada, e isso gera um ganho de produtividade imenso. Se um funcionário tem um procedimento detalhado e específico para seguir, dificilmente ele se desviará e realizará sua atividade dentro do que foi traçado, tornando o trabalho mais ágil e produtivo.

Isso se estenderá para toda a empresa. Um departamento contribuirá para a produtividade do outro, gerando uma cadeia completa de procedimentos que culminarão no resultado final em menos tempo e com mais eficiência. Por isso, podemos afirmar que o compliance também atuará na produtividade do seu negócio.

Ainda é importante frisar que o compliance contábil e o compliance fiscal são conceitos que podem ser desenvolvidos e aplicados em sua empresa por uma prestadora de serviços contábeis terceirizada. Além de garantir que essa ideologia será aplicada em seu negócio e ele poderá gozar de seus benefícios, você terá mais tempo para dedicar-se à execução de atividades empresariais ou de gestão e administração.

Por fim, podemos concluir que o compliance contábil e o compliance fiscal devem estar presentes em sua empresa, principalmente, em vista dessas grandes mudanças pelas quais o mundo empresarial vem passando ao longo dos anos e que estão apenas começando.

Gostou deste artigo? Que tal ficar por dentro de mais conteúdos como este que você acabou de ler? Então, assine nossa newsletter e não perca nenhuma de nossas novas postagens!