Entenda o que é valuation, qual sua importância e como calculá-lo

7 minutos para ler

Você sabe o que é valuation? De forma bastante resumida, esse conceito pode ajudar a diagnosticar a saúde financeira do seu negócio e ajudar na comparação do seu desempenho em relação aos seus competidores — o planejamento e os resultados podem melhorar a partir dessa noção.

Pensando nisso, desenvolvemos este artigo. Ao longo do texto, mostraremos no que ele consiste, qual é a sua importância para as empresas e o que deve ser levado em consideração na hora de calculá-lo. Acompanhe o conteúdo até o fim para saber mais!

O que é valuation?

Em poucas palavras, valuation é um termo usado para determinar o exercício de apuração do valor justo de um ativo, principalmente: de empresas no momento de uma negociação, de ativos na determinação da necessidade de impairment, de ações no registro de planos de stock options, dentre outros. É importante destacar que ele vai além dos produtos que estão no estoque, da infraestrutura, do preço dos serviços comercializados e até mesmo da carteira de clientes. Trata-se, portanto, de um método mais abrangente de valoração.

Qualquer estimativa de valor de um ativo é suportada em premissas, que dependem de: informações disponíveis de mercado, crescimento do mercado, desempenho das áreas comerciais e de operações, evolução e conscientização dos mercados e clientes, bem como o desempenho da economia de forma geral, estas premissa possuem incertezas e conforme metodologias comumente aplicadas, expressam uma expectativa do valor justo, mas não representam uma garantia de que o retorno do ativo seja exatamente aquele expresso pela metodologia.

Existem diversas metodologias de valuation, como: valor patrimonial ou contábil, múltiplos de negócios realizados anteriormente, valor de mercado de empresas semelhantes, valor de liquidação ou de reposição e fluxo de caixa descontado.

Muitas vezes, nos deparamos com a notícia de que uma companhia comprou outra e desembolsou milhões para efetivar a aquisição. Para se chegar a esse montante, diversos fatores são levados em conta e são agregados aos que mencionamos anteriormente:

  • capacidade de crescimento e sustentação das vendas;
  • reputação;
  • retorno financeiro;
  • índices recentes de desempenho;
  • entre outros.

Para estimá-lo, ter um bom planejamento financeiro não é suficiente, porque inúmeras variáveis tendem a ser decisivas. Em virtude disso, contar com o apoio de especialistas em contabilidade, por exemplo, é uma boa saída para calcular o valor de mercado de sua organização. Geralmente, esses profissionais reúnem conhecimentos de finanças e outras disciplinas que são extremamente valiosas para elaborar esse tipo de avaliação.

Para tornar a questão compreensível, pense na Apple. Além de ser uma empresa que produz computadores, tablets, smartphones e outros eletrônicos, ela oferece uma gama de serviços para seus clientes. Como marca, ela se distingue das concorrentes de variadas maneiras. Sendo assim, mais do que fabricar e vender esses produtos, ela também comercializa uma ideia — não à toa, suas publicidades são pensadas para repassar esse conceito aos consumidores.

De qualquer modo, tenha em mente que mesmo as companhias menos famosas ou aquelas que deram início às atividades há pouco tempo tem um valuation. Calculá-lo é algo tão relevante quanto saber o valor de indústrias gigantescas. Afinal, ele é necessário para demonstrar aos stakeholders — clientes, credores, investidores e parceiros comerciais — os benefícios ligados ao negócio traduzidos em termos financeiros e de valor.

Qual a importância de calculá-lo?

Agora que você já sabe o que é valuation, é preciso entender por quais motivos esse cálculo é fundamental. Em primeiro lugar, saiba que ele é de grande ajuda para realizar uma gestão profissional, seja a respeito das finanças, seja sobre o modelo de operação.

Essa estimativa também é uma poderosa ferramenta para conhecer a sua empresa a fundo e fazer uma autoanálise. Por meio dela, fica mais fácil identificar quais são os pontos fortes e os pontos fracos, os setores que carecem de melhorias, as ações que não atingiram as expectativas, a relação com as tendências administrativas etc. As interpretações, de maneira geral, ganham um embasamento significativo.

Powered by Rock Convert

Com ela, há como estabelecer os valores para a compra das porcentagens para formar uma sociedade minoritária ou majoritária de uma forma lógica, pautada pelos números e não por inferências ou opiniões. Sua utilização é proveitosa para definir estratégias mercadológicas e acompanhar a evolução dos números em um período específico.

Como realizar o cálculo do valor justo (valuation)?

Existem diferentes caminhos para fazer esse cálculo. Um dos mais comuns é somar o fluxo de caixa de 5 ou 10 anos a valor presente descontado por uma taxa de desconto. Para empresas em fase inicial ou pré-operacional, pode ser difícil estimar a primeira variável, mas uma assessoria contábil pode ajudar. Lembre-se de que esse montante pode ser aproximado, caso você ainda não tenha um histórico amplo em relação ao fluxo, bem como baseado em dados de mercado.

A taxa de desconto, por sua vez, é o valor que representa o risco de negócio de acordo com outros investimentos. A bolsa de valores e empresas de mercados semelhantes pode servir como uma base de referência.

Outros fatores, como solidez da marca, posicionamento no mercado, patentes e afins também são componentes da avaliação financeiro do negócio. Adicionar variáveis subjetivas à apuração pode deixá-la precisa, mas, para evitar qualquer confusão, é imprescindível que isso seja feita com o apoio de profissionais devidamente especializados. Por fim, ao somar todas essas quantias e aspectos, chega-se ao valor presente ou atual, isto é, o próprio valor justo.

Outra importante metodologia para calculá-lo é a do valor patrimonial, cujo embasamento se estabelece sobre a avaliação do patrimônio líquido ou contábil. Para isso, é preciso somar todos os ativos circulantes e não circulantes, como:

  • caixa;
  • recebíveis;
  • despesas antecipadas;
  • folha de pagamento;
  • imóveis;
  • estoque;
  • equipamentos;
  • veículos;
  • entre outros.

Depois, basta subtrair as obrigações e eventuais dívidas do passivo circulante e do não circulante — obrigações trabalhistas, tributárias e com fornecedores.

Outro método frequentemente aplicado é o de múltiplos do mercado, que se vale de aspectos comparativos. Para usá-lo, é preciso fazer uma análise que compara o desempenho econômico-financeiro de empresas com características similares do mercado, como segmento e porte.

Nesse molde, o primeiro passo é se certificar de que os valores integram o mesmo padrão. Ou seja, para calcular o múltiplo entre preço e lucro, devemos encontrar o preço por ação, o lucro por ação e o lucro por ação das companhias que estão sendo comparadas. Este método requer cuidado no cálculo do valor do lucro, EBIT (lucro antes dos impostos e resultado financeiro) ou EBITDA (lucro antes dos impostos, resultado financeiro e amortização e depreciação) nas mesmas bases e GAAPs (princípios gerais de contabilidade geralmente aceitos como IFRS, USGAAP, dentre outros) das empresas.

Quais cuidados tomar em relação ao valuation?

Um dos cuidados mais relevantes está ligado aos dados utilizados: todos eles devem ser consistentes e verificados. Para algumas empresas, isso pode representar uma dificuldade, tendo em vista que modelos preditivos demandam bastante tempo de revisão. Assim, os processos de fechamento podem ficar lentos demais. Outra preocupação constante é o alinhamento entre desempenho passado, projeções e dados de mercado, o otimismo de executivos e empreendedores não pode influenciar as projeções e, por consequência, o valor justo do ativo.

Desse modo, é imprescindível que os números atendam às exigências das auditorias, da CVM (Comissão de Valores Mobiliários), por meio da Instrução 579, e das obrigatoriedades de fiscalização associadas.

Enfim, saber o que é valuation e entender como calculá-lo é de suma importância para organizações de quaisquer portes e áreas de atuação. Na prática, esse número pode impactar os resultados financeiros obtidos por um negócio.

Se você gostou do conteúdo e quer receber outras novidades diretamente em seu e-mail, assine a nossa newsletter gratuita!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário