Entenda como uma consultoria tributária e fiscal ajuda o seu negócio diretamente

7 minutos para ler

Você sabia que uma consultoria tributária e fiscal pode ajudar a melhorar os resultados de sua empresa de várias maneiras? Seja por meio da redução de custos ou para otimizar processos: ela tende a contribuir para o seu negócio diretamente.

Como esse tema pode ser proveitoso para o dia a dia de sua organização, elaboramos este artigo. Ao longo do texto, você entenderá como ela é feita, quais são seus principais aspectos e de quais formas ela pode auxiliar. Boa leitura!

O que é uma consultoria fiscal e tributária?

Antes de tudo, é preciso ter em mente que a consultoria tributária e a fiscal tratam do mesmo assunto. Não à toa, quando falamos em uma delas, é normal uma criar associação em relação à outra. Isso porque a consultoria tributária, em um sentido amplo, atua dentro da área de impostos diretos e indiretos praticados por uma empresa. Podemos dizer, portanto, que elas se complementam.

Ao contar com o suporte de uma consultoria, você receberá apoio profissional para fazer um planejamento tributário mais adequado ao tipo de sua empresa. Independentemente do segmento de atuação – seja comércio, indústria ou serviço.

Além disso, a consultoria pode atender um objetivo específico, definido pela companhia antes da contratação. Imagine que você precisa fazer uma revisão fiscal dos últimos anos para descobrir eventuais pontos de risco e oportunidades tributárias — isso exemplifica bem um dos trabalhos exercidos pela consultoria, uma “diligência fiscal”.

Outras atividades relacionadas à consultoria tributária envolvem também análises tributárias e empresarias, que se baseiam em modelos de negócios atuais e projetados. Um dos principais objetivos desta análise, dentre outros fatores, é a viabilização de um modelo tributário favorável ao empresário, onde gastos com impostos estejam de acordo com o tipo de negócio, volume de transações, faturamento etc.

Desse modo, podemos definir a consultoria tributária e fiscal como um serviço que reúne o conhecimento técnico e prático para criar estratégias capazes de reduzir a carga tributária de uma organização, além de torna-la mais eficiente, do ponto de vista estratégico. Ela também ajuda na validação e adequação de procedimentos fiscais adotados pelas empresas à luz das mais variadas legislações (municipal/estadual/federal) vigentes.

Quais são as atividades desempenhadas por um consultor?

O consultor tributário e fiscal atua em diversas áreas de uma organização. mas sua atividade primária consiste em planejar estrategicamente e definir o melhor cenário fiscal, de acordo com o perfil de cada empresa, sempre visando a otimização dos negócios através da maximização de resultados e a diminuição de riscos financeiros.

Dentre as várias possibilidades de atuação de um consultor tributário e fiscal, além daquelas já citadas neste artigo, citamos as mais relevantes abaixo:

  • Revisões fiscais periódicas, de acordo com as mudanças das legislações;
  • Levantamento de possíveis créditos fiscais, requerimento de compensação/restituição de impostos, além do acompanhamento;
  • Análise e preparação de documentos para a obtenção de parcelamentos fiscais;
  • Análise da apuração de impostos diretos e indiretos, dependendo do segmento da empresa, da complexidade das operações, da jurisdição na qual a empresa se encontra etc;
  • Elaboração de laudos técnicos que contenham opinião acerca de um determinado assunto tributário;
  • Análise de cenários fiscais e parametrização de sistemas contábeis/fiscais (ERPs);
  • Enquadramento fiscal, para fins de recolhimento de impostos federais (IRPJ/CSLL)

O consultor tributário pode ainda auxiliar os administradores a organizarem os seus controles e papéis de trabalho internos, o que é fundamental para que você consiga se planejar do ponto de vista prático/operacional. Em termos resumidos, são trabalhos preventivos e de planejamento, que cada vez mais se apresentam como tendências administrativas.

Como ela pode ajudar no negócio da empresa?

De maneira geral e prática, uma consultoria tributária e fiscal pode contribuir no planejamento estratégico do negócio sob diferentes perspectivas, principalmente à aquelas inerentes ao universo tributário.

Considere a seguinte situação: sua empresa recém-criada pretende importar produtos com um alto valor agregado, para revenda no mercado interno. Nesse caso, a consultoria poderia orientar, com outros assessores de comércio exterior, qual seria a melhor maneira de realizar a importação desses produtos – se por uma trading ou por importação direta, se através da alfândega de um outro Estado da Federação que possua benefícios fiscais específicos para o tipo de produto, etc.

Ela pode, portanto, orientar os tomadores de decisões sobre quais seriam as melhores escolhas em uma série de aspectos — o consultor colabora com seu know-how e expertise e a empresa faz suas ponderações sobre o negócio, do ponto de vista administrativo.

Quais são as principais vantagens?

Além de ajudar o compliance fiscal, ela também proporciona o significativo benefício de reduzir o impacto tributário nos negócios. Assim, é possível destinar recursos do caixa para fazer novos investimentos.

Apesar disso, podemos apontar que a principal vantagem é a melhoria dos processos internos com a diminuição de riscos financeiros. Afinal, quando há um planejamento tributário eficaz, que contempla a adoção de controles eficientes, o cálculo e acompanhamento dos mais variados impostos são feitos de maneira correta e assertiva. As contingências legais — que podem trazer prejuízos e outros malefícios no futuro — também são evitadas.

Existem também outras oportunidades a serem citadas – uma delas corresponde à análise dos incentivos fiscais que as empresas podem usufruir. Como exemplo, podemos citar a chamada “Lei do bem”, onde as empresas que investem em programas de pesquisa e desenvolvimento tecnológico, podem fazer jus a incentivos fiscais.

Como escolher uma consultoria tributária e fiscal?

Depois de entender como funciona e as vantagens que essa consultoria pode oferecer, é hora de saber quais fatores considerar ao escolher uma boa empresa para prestar esse serviço.

Em primeiro lugar, é fundamental conhecer a reputação da organização escolhida perante o mercado — o tempo de experiência, os casos de sucesso, os produtos oferecidos etc. Todos esses fatores são relevantes e devem ser analisados, bem como a qualificação dos profissionais responsáveis. É importante que eles tenham bagagem profissional em relação à área de impostos diretos e indiretos: eles devem ser capazes de avaliar detalhadamente e fazerem um mapeamento completo das operações tributárias.

Vale lembrar que a legislação brasileira, em seus diversos níveis — municipal, estadual ou federal —, está em constante modificação. Nesse contexto, por exemplo, podemos citar o surgimento de novas formas de se fazer negócio no país, muitas delas através da tecnologia e o fato de que o fisco ainda se encontra na fase de adaptação de seus dispositivos que regem a tributação de tais negócios.

Dito isso, é imprescindível contar com o suporte de consultores que estejam familiarizados com tais tendências e mudanças na legislação.

Enfim, a consultoria tributária e fiscal pode trazer uma série de oportunidades para o seu negócio. Além de ajudar na redução de custos, no gerenciamento dos impostos, ela também ajuda as empresas a estar full compliance em relação aos órgãos de controle e regulamentação tributária, evitando assim perdas financeiras futuras. Se você gostou do texto e precisa desse tipo de apoio, entre em contato conosco — nós podemos auxiliar!

Posts relacionados

Deixe um comentário