Controller de contabilidade: por que é tão essencial contar com esse profissional?

7 minutos para ler

A pressão pela entrega de bons resultados é constante em empresas de todos os tipos. Em especial, os vinculados à gestão. Os altos padrões em auditorias contábeis, a compreensão das mudanças em normas tributárias e a redução de custos são algumas das operações que caminham rumo ao sucesso do empreendimento.

Mas como conquistá-los de forma ágil e eficiente? Para responder a essa dúvida, é interessante conhecer um profissional fundamental à saúde corporativa: o controller de contabilidade. Ele cumpre um papel importante em diversos pontos envolvidos na área, como no planejamento contábil e fiscal da empresa, na visão estratégica e, até mesmo, na tomada de decisões.

Acompanhe o conteúdo e saiba mais sobre ele!

O que é um controller contábil?

Há alguns anos, o controller contábil era visto como um especialista em contabilidade. Ele realizava tarefas burocráticas, como a regularização da parte tributária, a organização da documentação fiscal e o amparo da gestão de custos do negócio. Contudo, hoje, sua função engloba muitos outros fatores.

Ao acessarmos nossa memória, não é difícil lembrar de escândalos administrativos em empresas de grande porte, não é verdade? Casos como os expostos pela Lava Jato são exemplos disso. Eles refletem a importância de contar com o profissional certo — não só no que diz respeito às tarefas que o controller costumava cumprir. Mas também em termos de auditorias exclusivas, da proteção dos interesses da liderança da corporação e de uma boa gestão.

Não é de hoje que os líderes de grandes organizações perceberam precisar de um gerente ou diretor de controladoria atuando em prol do crescimento saudável do negócio. Contudo, a consolidação do controller de contabilidade, sobretudo na hora de garantir a boa governança, é recente.

Sendo assim, é possível definir esse profissional como o head de contabilidade de uma companhia. Ele controla e coordena os balanços do negócio. Assim, são peças-chaves no sucesso de empresas de capital aberto, que precisam prestar contas ao mercado financeiro e aos acionistas. Além disso, executam com maestria a função de amparar a visão estratégica da corporação.

Qual a diferença entre esse profissional e o contador?

Como o expert e líder da contabilidade, o controller comanda os processos contábeis e fiscais. Desse modo, é comum que o contador responda a ele. É preciso ter em mente que nem todo controller é contador, pois sua abrangência vai além da área contábil, ampliando para área fiscal e financeira das cias, e que no fim do dia afetam os controles internos e performance contábil e empresarial do negócio. 

Sendo assim, o controller pode ser um engenheiro, administrador ou ecônomo, por exemplo. O importante é que sua trajetória profissional seja relevante. Por outro lado, o contador precisa se capacitar em ciências contábeis ou cursos afins para executar seu papel.

Em termos mais práticos, enquanto o contador produz orçamentos e relatórios, a função do controller de contabilidade é interpretar esses dados. Em seguida, aplicá-los na realidade do negócio, buscando a otimização dos resultados, com planos de ação multidisciplinares, engajando desde a alta gerencia até os departamentos operacionais, responsáveis em desenvolver e implantar as ações. Conforme dito, esse profissional atua expressamente na visão estratégica da companhia.

É interessante ter em mente que o controller e o CFO podem ser a mesma pessoa em algumas empresas. Isso porque ambos os títulos se relacionam a boas governanças e à tomada estratégica de decisões financeiras. No entanto, existem casos em que o controller responde ao CFO.

Quais as principais atribuições do controller de contabilidade?

É comum que o head contábil crie e execute estratégias orçamentárias, fiscais e contábeis. No entanto, tendo em vista as crescentes demandas de posicionamento, definição da cultura organizacional e enfoque nos pilares ESG (Environmental, Social and Governance, ou Ambiental, Social e de Governança, em português) por parte das empresas, as atribuições ganham novos formatos.

Hoje, o controller de contabilidade precisa ter, além de excelência nas funções descritas, um excelente perfil comportamental. Isto é, habilidades notáveis de comunicação, capacidade de mediar debates sobre as melhores práticas de governança e clareza na apresentação de estratégias.

Em adição, é necessário ainda ter uma visão holística do negócio. Ou seja, compreender como os micro e macrossistemas externos à empresa a afetam. Também, conhecer as principais demandas dos diferentes setores e solidificar a cultura organizacional em todas as ações corporativas.

Não é difícil perceber, então, que o papel do controller ganha cada vez mais robustez nas empresas. Isso pode sobrecarregá-lo. Nesse sentido, a ideia da terceirização da parte contábil entra em cena. Com o apoio do processo de outsourcing certo, o líder da área contábil e financeira seria capaz de focar em outras partes do negócio. As que se ligam mais, por exemplo, à visão estratégica e ao desenvolvimento saudável da organização.

Além disso, em casos onde as funções do CFO, e dos cargos que respondem imediatamente a ele, estão afogadas, a terceirização tende a gerar economia. Afinal, ela reduz o retrabalho nas auditorias.

Qual é a solução proposta pela IRKO?

A IRKO oferta serviços financeiros diversos, sendo capazes de otimizar os resultados vinculados à gestão financeira. Eles incluem:

  • outsourcing contábil, fiscal, de plataforma de ERP, de folha de pagamento e de gestão financeira;
  • consultoria tributária, fiscal e em legalização;
  • auditorias.

Todas essas soluções são amparadas por profissionais de alta qualidade, que têm qualificação e experiência nas áreas em que atuam. Além disso, têm sua eficiência maximizada, em função da aposta em tecnologia e inovação. Em união, essas características entregam personalização, agilidade e um atendimento dedicado aos clientes. Desse modo, o head de contabilidade pode se focar no que realmente importa: o crescimento exponencial da organização.

O controller de contabilidade é um profissional indispensável na boa governança das empresas. Em especial, nas de grande porte. Sua atuação é essencial nas mais variadas áreas que suportam o desenvolvimento horizontal do negócio. Incluindo a contabilidade, a parte estratégica e a tomada de decisões. Assim, é recomendado aproveitar ao máximo o potencial desse especialista, direcionando sua atuação à expansão dos resultados e contando com o outsourcing para isso.

Aproveite e leia o nosso conteúdo sobre como a tecnologia impacta os resultados da contabilidade. Desse modo, você poderá levar ainda mais agilidade e eficiência aos processos do negócio!

Com quase 65 anos de atividades no mercado brasileiro, a IRKO atua junto a empresas nacionais e multinacionais de diferentes portes e segmentos. Contamos com aproximadamente 400 colaboradores em nossas diversas operações e empresas, atendendo mais de 600 clientes. Nossas operações em São Paulo, Campinas e Rio de Janeiro oferecem um leque de serviços em Outsourcing e nossa empresa IRKO Hirashima, com sede em São Paulo, oferece serviços em Consultoria e Auditoria.

Posts relacionados

Deixe um comentário